Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
wesleylascelles25

Como Uniforme Afeta Saúde E Serviço De Comissárias De Bordo: 'Temos De Parecer Bonecas Infláveis'


Como Uniforme Influencia Saúde E Serviço De Comissárias De Bordo: 'Temos De Parecer Bonecas Infláveis'


Durante uma urgência médica em uma longa viagem de avião, Jade, deste modo uma comissária de bordo, teve uma preocupação inusitada - além do passageiro que passava mal, é claro. Teu treinamento de ressuscitação cardiopulmonar havia acontecido em terra, enquanto ela usava uma calça social. Todavia em um caso real, no meio das nuvens, ela estaria vestindo teu uniforme, incluindo os exigidos batom, esmalte e saia lápis vermelhos. Para Jade, era só mais um modelo de que forma os estilos práticos de seu emprego não batiam com o limitado código de vestimenta exigidos pela imagem pública da companhia.


Sexismo no local de serviço foi um dos focos discutidos em meio aos inúmeros escândalos de 2017, no entanto parece que muito do que ocorre em meio às nuvens ficou fora da conversa. A disposição em um código de vestimenta, tendo como exemplo, que eterniza estereótipos de gênero, para parcela da tripulação das companhias aéreas parece anacrônico - e mesmo dessa maneira ele persiste.


     
  • 17 - Empreenda referência pronominal
  •  
  • Guia Completo da classe é qualificado de utilizar um programa modificado de custo resposta
  •  
  • 9 - Pessoas com mais de sessenta e cinco anos conseguem fazer concurso
  •  
  • Francês zoom_out_map
  •  
  • Estude um tanto diariamente
  •  
  • 243 Sabia que
  •  
  • Meio-dia e meia (direito)/ Meio-dia e meio (falso)

Em um email enviado à BBC, um porta-voz da Virgin Atlantic argumentou que o "icônico" uniforme da companhia passou por muitos testes em termos de conforto e segurança e considerou que as comissárias conseguem utilizar calças, caso prefiram. Depois do Nascimento De Seu Filho trás de uma imagem de glamour, a tripulação lida com dificuldades de saúde física que vão de varizes até privação de sono, o que alguns comissários dizem que é exarcerbado devido às exigências de uniforme. Pra ex-comissária da British Airways Mel Collins, o pacote de passar horas no ar incluía joanete nos pés e dores importantes nas costas.


Em um voo extenso típico de dez horas, ela chegava a percorrer o equivalente a onze km em um salto médio - que era divisão de seu uniforme -, segundo teu próprio leitor de passos. Seus pés eram inchados e tinham joanetes doloridos. Foi só no momento em que ela foi promovida a uma localização mais sênior, liderando uma equipe de onze comissários, que se sentiu em condições de ser mais assertiva e pediu que permitissem o exercício de sapatos facultativos. A British Airways não disse o acontecimento. Informações De Organização Pra Concurso Público /p>

Estes desafios não pertencem a somente uma companhia aérea. Imensas mulheres entrevistadas na BBC, que trabalharam pra diferentes empresas, disseram sofrer sexismo diariamente e atribuíram isso às rigorosas exigências de vestimenta e imagem. Elas mencionam desde comentários sobre isso tua inteligência até se sentirem ameaçadas fisicamente por passageiros. Em um email enviado à BBC, um porta-voz da Virgin Atlantic disse que a companhia não suporta modo abusivo em relação aos comissários, que são encorajados a comunicar aos gerentes a respeito de cada imprevisto, para investigação. Mel Collins lembra da vez em que um passageiro lhe perguntou "onde estavam as jovens glamourosas" quando ela lhe serviu uma bebida.


verifique neste link aqui agora , tratava-se de um incidente comum, e normalmente vinha de "homens de negócios que pareciam importantes" - em vez do clichê de homens barulhentos que irão passar um desfecho de semana com a turma de amigos. A consultora de aviação Pam Chambers, da firma de advocacia The Air Law, não vê o fim dessas demonstrações de sexismo em um futuro próximo. http://www.europeana.eu/portal/search.html?query=cursos o acrescento da pressão nas organizações para cumprir os horários de partida e metas de performance como um grande impedimento pros comissários levarem qualquer posicionamento indesejável de passageiros pra seus superiores.


Fonte utilizada para escrever o tema dessa página: https://www.anossaescola.com/cursos/curso-de-direito-ambiental/

Marisa Mackle, que foi comissária de bordo da companhia aérea irlandesa Aer Lingus por cinco anos, hoje escreve sobre o assunto tuas experiências e concorda com Chambers. Ainda assim, ela pediu que um passageiro que bateu em seu traseiro fosse expulso de um voo. Naquele tempo (meados dos anos 1990), tomar uma maneira em conexão a este tipo de jeito era muito diferente, diz ela, uma atitude que acredita ter lhe lhe custado uma promoção. 22 anos na data. Chambers explica que, em casos de um jeito criminoso sério, um voo podes ficar em solo e todos os passageiros serem obrigados a desembarcar.


Quer dizer, os atrasos e os processos internos pra fazer uma reclamação formal impedem que os comissários falem algo. O código de vestimenta, porém, é uma área onde a tripulação está começando a localizar uma voz. Uma pesquisa a respeito de formada pela Instituição https://www.anossaescola.com/cursos/curso-estetica-do-tratamento-periodontal/ , de Londres, entrevistou tripulantes e apontou que eles querem mais flexibilidade em termos de regras de vestuário e aparência. Isso vai de encontro aos padrões da indústria aérea e tua "tristeza com a aparência física de tua força laboral, que vai além do código de vestimenta, incluindo perguntas mais amplas sobre isso gestão de aparência", diz o relatório. Binna Kandola, psicólogo e professor na Faculdade de Leeds, no Reino Unido.


Emma O'Leary, uma consultora de leis trabalhistas da firma ELAS Group, concorda. Porém, há menores sinais de alteração. Um modelo: as comissárias de bordo trabalhando pra tripulação misturada da British Airways (chamada sendo assim em razão de cobre tanto rotas curtas quanto longas) são capazes de escolher usar calças. Isto foi permitido depois que as funcionárias questionaram os regulamentos sobre isto usar só saias. Mackle lembra como a ameaça de uma "reunião humilhante" com seus supervisores para requisitar um uniforme de um número maior a impedia de engordar. Porém a indústria das companhias aéreas obviamente ainda tem um extenso caminho na frente. Como o momento em que vivemos apresenta potência para o questionamento dos uniformes e códigos de vestimenta que promovem estereótipos de gênero, as funcionárias estão cada vez mais encontrando tua voz. As empresas precisarão considerar isso e responder de acordo - ou enfrentarão uma robusto turbulência.


Tags: Em curso

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl